Diminuir a fonteAumentar a fonte 17/01/2008
Espaço do leitor - 14
por Cezar Andrade Marques de Azevedo

espacodoLeitor.gif

www.cezar.azevedo.nom.br

Do texto: Justificativas que enganam

Excelente.

Milton P.

Do texto: O cuidado com o relacionamento do virtual para o real

Quando no mundo real vemos nossos projetos não alcançarem o êxito que esperávamos, tentamos muitas vezes, em meio a frustrações que a nossa realidade impõe, buscarmos saídas, aparentemente fáceis, saudáveis, que o mundo virtual nos oferece. Elas se apresentam floridas, meio que encantadas, mágicas. Mas são saídas que nos levam a um verdadeiro labirinto de emoções, sensações e tentações, das quais não existe uma base sólida para trazer ao mundo real.

Descobrimos que tão rápido como ela se formou, por sua própria virtualidade, se desfaz. E nesse, desfazer, o que ela provocou em nós pode ser comparado a uma queda abrupta de algum despenhadeiro, sem pára-quedas. Então não vale a pena trocar nada que seja real, por mais simples que seja, por algo, sem base real e concreta, pois mesmo que o ser que se encontre do outro lado do monitor seja real, ele não vai fazer muita coisa para deixar essa virtualidade, que é tão fácil desfazer, tão rápido quanto desligar o PC.

Rita