Diminuir a fonteAumentar a fonte 31/10/2010
A vida tem sentido
por Cezar Andrade Marques de Azevedo

www.cezar.azevedo.nom.br

“O homem, nascido da mulher, é de poucos dias e cheio de inquietação. Nasce como a flor, e murcha; foge também como a sombra, e não permanece.” (Jó 14:1,2)

Vivemos em busca de um significado, razão pela qual temos tantas inquietações. Contudo, depois de termos vivido tudo quanto podíamos experimentar, olhamos para trás e percebemos que o tempo simplesmente passou, então percebemos o quão pouco nos aplicamos, o quão pouco fizemos, o quão pouco vivemos. A sensação que fica é a mesma que Jó sentiu: nada mais somos que uma flor, nascemos, logo murchamos e nos vamos.

Voltemos a ler o texto. Jó não disse que o homem é de poucos dias, mas disse com um acrescido, o homem – nascido de mulher – é de poucos dias. Uma leitura rápida pode entender que o reforço ao homem a quem ele se refere é apenas isso, um reforço, porque todo homem é nascido de mulher, assim ele está se referindo a qualquer ser humano que vive neste mundo. Ademais, as experiências existenciais são similares a todos, pois está escrito: “duração da nossa vida é de setenta anos; e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, a medida deles é canseira e enfado; pois passa rapidamente, e nós voamos” (Sl 90:10).

Contudo, homem nascido de mulher, a luz do Novo Testamento, diz respeito ao homem que não experimentou o novo nascimento, àquele a quem Paulo chama de primeiro homem, cuja escolha afetou toda sua descendência, ao homem natural, que tem por destino nascer e morrer.

Todavia, graças a Deus, há o segundo homem, este Jesus Cristo, Filho unigênito de Deus, que tomou nosso lugar na cruz, nos concedendo por meio de Seu bendito sacrifício como um Cordeiro, a vida eterna. Em Cristo a vida ganha significância. Desde então a palavra para os nascido de novo é outra, se encontra na esfera da fé, a estes Paulo mudou completamente o sentido da existência ao afirmar:

“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.”

Clique e comente este texto

“Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” (Rm 6:23)

Clique para o Plano de salvação por pergunta

Clique para o Estudo para novo convertido - 01/10

Clique para o Estudo para batismo 01/10

Clique para o texto Ministração para libertação interior e perdão

Clique e de seu testemunho de aceitar a Cristo como Senhor e Salvador pessoal