Diminuir a fonteAumentar a fonte 04/01/2007
Caminhando juntos, conhecendo Deus e Seu Filho
por Cezar Andrade Marques de Azevedo

Amado(a) vamos caminhar juntos. Lembra que fomos convidados? O Senhor mesmo nos chamou quando disse:

“Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mt 11:28)

Um convite como este é irresistível. Deus é irresistível. Sua graça é irresistível, mesmo porque a chamada de Deus é totalmente eficaz. Toca nosso coração, quebranta, transplanta, nos faz nova criatura.

Creio que você se lembra a carga terrível que a gente carregava. A lista é tão grande que chega a ser cansativa recitar. O salmista preferiu sintetizar nestas palavras:

“Também me tirou duma cova de destruição, dum charco de lodo; pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos” (Sl 40:2)

Disse o sábio que uma grande jornada se faz com o primeiro passo. É por ele que temos de avançar. A gente é tão desconfiado! Para prosseguir quer conhecer cada curva, quebrada, acidente de percurso. Nem na estrada fazemos assim. Com os buracos no asfalto, avançamos sempre no horizonte de nossa vista, cuidando cada centímetro quadrado para não sermos surpreendidos por uma cratera, que não é da lua. Façamos o mesmo com Jesus. Vamos confiar em Deus e prosseguir, passo a passo.

Tem coisa que fazemos com tal naturalidade que não nos apercebemos o sentido da nossa atitude. Não sei se você já teve esta impressão, a viagem de volta em um mesmo percurso de ida é mais tranqüila. É que ficaram impregnadas em nosso espírito as marcas do caminho. Podemos quase dirigir de olhos vendado. Por conseqüência, enquanto trilhamos o novo caminho, nosso principal objetivo é conhecê-lo.

Você me pergunta: A exigência de conhecer o caminho tem alguma relação com o convite do Senhor Jesus? Creio que você está consciente que Jesus é o caminho (Jo 14:6). Agora, você sabe o que é preciso ser conhecido enquanto caminhamos? Vamos deixar o próprio Senhor responder:

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, como o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste” (Jo 17:3)

É isso mesmo, enquanto prosseguimos, passo a passo, nosso maior objetivo é conhecer Deus e conhecer Jesus Cristo. Creio que você vai entender melhor, lendo esta passagem:

“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho” (Sl 119:105)

Colocando tudo no liquidificador, temos o seguinte: nós somos chamados para conhecer Deus e Jesus Cristo em cada passo que damos em nossa existência e a palavra de Deus é que nos guia neste processo, lança luz sobre nossos passos, nos dá entendimento para que tenhamos uma experiência pessoal com Deus.

Entenda uma coisa: quando caminhamos, prosseguimos por uma estrada, por uma rua, um trajeto qualquer. Até aqui estamos falando de espaço geográfico. Agora, prosseguir com Jesus é uma jornada através do tempo. E a menor unidade do tempo é aquele chamado hoje, AQUI E AGORA.

Irmão(ã), somos chamados para conhecer a Deus aqui e agora, não amanhã nem ontem, mas hoje. E não estamos entregues a nós mesmos nesta tarefa. Você deve estar ansioso por saber quem lhe poderia ajudar. Saiba que temos um professor, um guia. Na verdade Ele é o próprio Deus, o Espírito Santo. Leia a promessa feita pelo Senhor Jesus:

“Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito.” (Jo 14:26)

“Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras.” (Jo 16:13)

Em sua leitura destas maravilhosas promessas, você entendeu que o Espírito Santo será nosso mestre nesta jornada. Você sabe que todo professor tem um livro texto e o Espírito Santo não é diferente. Ele próprio inspirou homens santos de Deus para escrever a revelação que procede de Deus para que nós tivéssemos a vida eterna. Leia que promessa extraordinária:

“estes, porém, estão escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” (Jo 20:31)

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim” (Jo 5:39)

Está lembrado que eu havia dito que o grande propósito de Deus é que nós o conheçamos, bem como ao Seu Filho amado? Então, entenda. O Espírito Santo veio para nos revelar o Filho e o faz por meio das escrituras, a Bíblia sagrada, este maravilhoso conjunto de 66 livros que formam a revelação de Deus para o homem.

Agora, note isso. Lemos à palavra de Deus. O Espírito Santo nos dá discernimento da verdade. Como somos peregrinos, temos de caminhar, o que aprendemos precisa ser praticado, exercido, experimentado. Somos exortados neste sentido:

“E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.” (Tg 1:22)

A palavra de Deus precisa se entranhar em nossas visceras. É como uma semente, o passo seguinte é a planta brotando até ao ponto de dar seu fruto. Há uma dinâmica neste processo, uma interação. Não é como uma escola, quando questionamos porque aprender matemática se vamos fazer jornalismo ou porque aprender português se vamos ser químicos. O observador menos atento pode não ver nexo algum, mas o jornalista pode ter que fazer matérias da área econômica e o químico pode ter de escrever sua tese, nenhum conhecimento é inútil.

Se nós nos propomos a conhecer Deus, então nossa mente precisa ser renovada, de tal modo que a estrutura do nosso pensamento deve ser baseado na palavra de Deus. Nossa atitude precisa ser santificada de tal modo que nossa vida deve expressar a vontade de Deus. Ler a Bíblia é viver e a vida só tem sentido quando está sob a luz que procede do Senhor Jesus.

Amado(a) quer andar comigo nesta jornada! Temos o site por ponto de contato, interajamos pois, compartilhando nossa fé mutua.

Pode comentar